fbpx

Autonomia: os funcionários de sua ótica precisam dela?

Sem categoria

Autonomia para seus funcionários

A autonomia no ambiente de trabalho é um dos elementos principais na hora de engajar seus funcionários. Apesar das várias pesquisas revelando que ter um pouco mais de liberdade para tomar suas próprias decisões é um dos fatores que mais influenciam a produtividade de cada indivíduo, muitos gerentes ainda insistem em monitorar cada passo de seus consultores.

Para seu time de vendas, uma autonomia maior pode ajudá-los a fechar ainda mais negócios. A ideia é permitir que seus funcionários cresçam e mostrem seus pontos fortes, sejam eles em vendas, relacionamentos com os clientes, administração, ou em outra área.

1. O que é autonomia:

No ambiente de trabalho, autonomia é confiar em seus funcionários e no trabalho que eles realizam, dando mais liberdade para que tomem suas próprias decisões. Ao invés de fazer com que cada vendedor consulte você antes de conceder descontos para clientes, por exemplo, confie no julgamento de sua equipe e permita que o façam quando acharem necessário. Com a fluidez das negociações – sem precisar chamar o gerente para resolver cada mínimo problema – talvez sua ótica feche ainda mais vendas!

Mas não confunda: dar mais autonomia para seus funcionários, não significa que você não deverá supervisioná-los de vez em quando. Você não estará acabando com as regras, nem permitindo que seu time faça o que quiser, quando quiser. Limites deverão ser estabelecidos, e seus funcionários precisam ser lembrados de agir em prol do melhor interesse de sua ótica.

Autonomia

2. Casos de sucesso:

Muitas empresas grandes e reconhecidas mundialmente adotam a ideia de um ambiente de trabalho mais liberal. A Netflix, um dos maiores provedores de filmes e séries online, é um grande exemplo. A empresa permite que seus funcionários tirem férias quando quiserem, e possuem a liberdade de desenvolver seus projetos pessoais quando bem entenderem.

O Spotify, famoso aplicativo de música digital, é outra empresa que confia no julgamento e no talento de seus funcionários. São diversos times que trabalham em áreas e projetos diferentes, sem um líder específico. Enquanto um time é focado em “fazer do Spotify o melhor lugar para se ouvir músicas”, o outro pode ter como meta “fazer com que os testes internos sejam mais fáceis para as outras equipes”. A única regra é saber trabalhar em conjunto para que seu produto possa ser cada vez melhor.

“Se você confiar em seus funcionários, dando liberdade e oportunidade para que façam um bom trabalho, a grande maioria deles vai acabar superando as suas expectativas” – Samuel Stern

 

É claro que não estamos dizendo para você dar férias infinitas para as pessoas que trabalham em sua ótica, ou que você não deverá mais trabalhar com gerentes em cada setor. Os exemplos citados acima foram para ilustrar que cada vez mais gigantes do mercado estão dando autonomia para seus funcionários, mostrando que não é preciso controlar cada detalhe do que acontece em sua empresa para que ela cresça.

Autonomia

3. Como garantir maior autonomia:

O primeiro passo para que você possa dar mais liberdade aos seus funcionários, deve ser o de aumentar sua confiança em cada um deles, fazendo com que seu time confie em você também. Explique o porquê de você estar fazendo mudanças na administração de sua ótica, e o que você espera de cada um. Muitos gerentes possuem o costume de dizer à seus funcionários exatamente o que deve ser feito, sem realmente explicar os motivos ou a importância de cada tarefa. Manter seu time informado, então, é um dos passos mais importantes em busca da autonomia.

Procure incluir seus funcionários no processo de tomadas de decisões quando possível. Em reuniões, deixe que puxem tópicos novos à conversa. Assim seu time sentirá que suas opiniões são importantes e você também poderá ficar sabendo de detalhes dos quais não tinha conhecimento.

Não se esqueça de colocar limites. Como já explicamos anteriormente, autonomia não quer dizer que seus funcionários farão o que quiserem, quando quiserem. A ideia é diminuir a frequência com a qual seus gerentes precisem observar de perto o trabalho de seu time. Confie nas capacidades individuais de cada funcionário!

Encoraje seu time à tomar suas próprias decisões, deixe que seus vendedores julguem o que é melhor na hora das vendas. Seu trabalho, no fim, será de decidir metas, e não de dizer o que cada funcionário deve fazer para alcançá-las. 

Leave a Comment:

Leave a Comment: