fbpx

Principais Desafios de Empresas Familiares

Administração

Principais Desafios de Empresas Familiares

Administrar uma empresa nunca é trabalho fácil. Negócios familiares, no entanto, mesmo representando 80% das empresas do mundo inteiro, possuem ainda mais obstáculos em seu dia a dia. Apenas 30% delas sobrevivem até a segunda geração, e menos de 5% conseguem passar para a terceira.

Não apenas no Brasil, mas as empresas familiares do cenário internacional também acabam fechando as portas por não terem uma gestão eficiente. É importante, então, estar por dentro de quais são os males mais comuns deste meio, e o que fazer para evitá-los.

•     Ausência de liderança: Toda equipe precisa de um líder que a oriente no caminho certo. É papel do gestor guiar seus funcionários para que estes possam desempenhar suas funções no mais alto nível possível.

Em empresas familiares, a ausência de liderança é ainda mais prejudicial. Dar privilégios a parentes ou contratar novos funcionários apenas por afinidade são sinais comuns de má gestão em empresas familiares.

•     Falta de profissionalização: Muitas pessoas acreditam que, por estarem trabalhando na empresa de sua família, não precisam necessariamente serem qualificados para fazer suas tarefas. Esta mentalidade, no entanto, é extremamente prejudicial a sua empresa!

Assim como em qualquer outro negócio, é importante que o gestor já tenha regras claras estabelecidas para seus funcionários e colaboradores. Cada pessoa deve ter suas responsabilidades definidas, e todos devem ter consciência de que serão cobrados constantemente, mesmo que estejam trabalhando em família.

Qualificar-se não significa, necessariamente, concluir o ensino superior. Você pode fazer cursos presenciais ou online, por exemplo. O importante é estar sempre procurando exercer suas tarefas do melhor modo possível para que seu negócio possa prosperar!

•     Finanças mal administradas: Não pagar corretamente os salários de familiares que trabalhem com você também é um grave erro! A remuneração é uma das principais causas de conflitos em empresas familiares, todos os funcionários e colaboradores devem receber salários condizentes com suas funções, dentro dos prazos estipulados.

Ter contas correntes separadas é o ideal para manter organizadas as finanças de sua empresa. Deve-se manter registros minuciosos do dinheiro de sua companhia para que sempre se tenha certeza de como seu dinheiro está sendo utilizado. Também é importante haver distinção entre os salários e as parcelas de lucro de cada um dos sócios, para que finanças pessoais não sejam confundidas com finanças da empresa.

•     Má escolha de sucessor: É comum haver conflitos de interesses entre a empresa e a família, principalmente na hora de escolher alguém para tomar o lugar do dono. O processo sucessório também é o principal motivo pelo qual muitas empresas familiares falham em sobreviver à primeira geração já que, na maioria das vezes, a escolha é feita baseada em parentesco, não em qualificação.

A escolha do sucessor, então, deve ser um processo contínuo, e não uma decisão de última hora. A transição deve ser sempre planejada com antecedência para que o negócio não seja prejudicado.

E você, tem alguma dificuldade diferente em gerenciar sua empresa familiar?
Conte para nós nos comentários abaixo!

Leave a Comment:

Leave a Comment: